MORADA ÚNICA DIGITAL

 

Foi publicada em Diário da República a  Lei n.º 9/2017, de 3 de março que promulgou o diploma da Assembleia da República que autoriza o Governo a criar, até ao verão, o serviço público de notificações eletrónicas associado à morada única digital, tornando um endereço eletrónico a única morada digital nas relações com as entidades públicas.

A ideia é que cidadãos e empresas tenham um único email através do qual se relacionem com o Estado, cuja adesão será facultativa.

O que é?

É um serviço que permite associar e fidelizar um endereço electrónico (vulgo email) para efeitos de criação de uma morada única digital através da qual se relacionem com o Estado.

Para quê?

O serviço estará disponível para as notificações eletrónicas de natureza administrativa e fiscal e para as contra-ordenações.

Não estão abrangidas as citações, comunicações ou notificações judiciais.

Para quem?

Para todas as pessoas singulares e colectivas, públicas e privadas, nacionais e estrangeiras, i.e., para todos.

Será obrigatório?

Não. A adesão será facultativa.

Link: Lei n.º 9/2017, de 3 de março

 

Topics #Notificações Electrónicas #Serviços